fbpx
Tudo sobre CBD

Quais doenças podem ser tratadas com canabidiol? Veja a lista

Conteúdo escrito e revisado
Medicina In Comitê Científico, atualizado em 13 de outubro de 2023
conheça as doenças que podem ser tratadas com canabidiol

O Canabidiol, ou CBD, é um dos muitos compostos encontrados na planta de cannabis. Diferentemente do THC, outro composto presente na cannabis, o CBD não possui propriedades psicoativas significativas, tornando-o uma opção atraente para o tratamento de várias condições de saúde. 

Nos últimos anos, o CBD tem ganhado notoriedade e procura crescente devido ao seu potencial terapêutico em uma ampla gama de patologias. Neste texto, exploraremos algumas das condições que podem ser tratadas com o Canabidiol, bem como os motivos de sua crescente popularidade.

Por que o Canabidiol vem sendo tão procurado para tratamentos médicos?

O canabidiol tem ganhado destaque no campo da medicina devido à sua versatilidade e perfil de segurança. Ele interage com o sistema endocanabinoide do corpo, que desempenha um papel fundamental na regulação de várias funções fisiológicas, incluindo dor, inflamação, sono, apetite e humor. 

O Canabidiol (CBD) possui propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e ansiolíticas, tornando-o uma escolha atraente para o tratamento de muitas condições médicas. Além disso, ao contrário do THC, o CBD não causa efeitos psicoativos indesejados, o que o torna mais aceitável para muitos pacientes.

Veja a lista de doenças que podem ser tratadas com óleo de canabidiol:

  • Dor crônica;
  • Fibromialgia;
  • Transtorno do estresse pós-traumático (TEPT);
  • Esquizofrenia;
  • Enxaqueca;
  • Síndrome do intestino irritável (SII);
  • Artrite;
  • Epilepsia;
  • Transtornos de ansiedade;
  • Doença de Parkinson;
  • Esclerose Múltipla;
  • Artrite;
  • Doença inflamatória intestinal (como a doença de Crohn e colite ulcerativa);
  • Transtorno do espectro autista (TEA);
  • Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH);
  • Distúrbios do sono (insônia, apnéia do sono, etc.);
  • Transtorno bipolar;
  • Doença de Alzheimer;
  • Náuseas e vômitos relacionados à quimioterapia;
  • Dores de cabeça e enxaquecas;
  • Dependência de substâncias (tratamento de sintomas de abstinência).

Leia mais sobre: Canabidiol Preço

Entenda como o canabidiol age no tratamento de algumas patologias:

  • Epilepsia: O Canabidiol (CBD) demonstrou eficácia no tratamento de formas raras e graves de epilepsia, como a síndrome de Dravet e a síndrome de Lennox-Gastaut. Ele reduz a frequência e a gravidade das convulsões em muitos pacientes.
  • Dor Crônica: O Canabidiol (CBD) é frequentemente usado no manejo da dor crônica, incluindo a dor associada a condições como artrite, fibromialgia e neuropatia. Sua ação anti-inflamatória e analgésica pode proporcionar alívio significativo.
  • Ansiedade e Transtornos Psicológicos: O Canabidiol (CBD) mostrou promessa no tratamento de transtornos de ansiedade, como o transtorno de ansiedade social e o transtorno de estresse pós-traumático. Sua capacidade de reduzir a ansiedade sem causar efeitos colaterais graves o torna uma opção atraente.
  • Esclerose Múltipla: O Canabidiol (CBD) pode ajudar a aliviar os sintomas da esclerose múltipla, incluindo espasticidade muscular e dor.
  • Distúrbios do sono: Pessoas que sofrem de insônia ou distúrbios do sono relataram melhorias significativas após o uso de CBD. Ele pode ajudar a regular o ciclo do sono e promover um sono mais profundo e reparador.
  • Autismo: Algumas pessoas com TEA experimentam ansiedade severa e comportamentos desafiadores. O Canabidiol (CBD) pode ajudar a reduzir a ansiedade e a agressividade, potencialmente melhorando o comportamento. Regulação da Hiperexcitabilidade Neuronal: O Canabidiol (CBD) pode influenciar a hiperexcitabilidade neural, o que é comum em pessoas com TEA. Isso pode ajudar a regular a atividade cerebral e melhorar a capacidade de comunicação e interação social.
  • TDAH: O Canabidiol (CBD) interage com o sistema endocanabinoide, que desempenha um papel importante na regulação de várias funções no cérebro, incluindo a atenção e o controle do impulso. Acredita-se que o CBD possa afetar a liberação de neurotransmissores, como a dopamina, que desempenham um papel-chave no TDAH.

Leia mais sobre: Cannabis Medicinal

Quais são os efeitos colaterais do Canabidiol?

Embora o CBD seja geralmente bem tolerado, algumas pessoas podem experimentar efeitos colaterais do canabidiol , como:

  • Fadiga, 
  • Boca seca,
  • Tontura; e 
  • Alterações no apetite. 

Mas, é importante notar que o CBD pode interagir com outros medicamentos, então é fundamental consultar um profissional de saúde antes de iniciar o tratamento. Através da Medicina In, você encontra os melhores especialistas em canabidiol do Brasil.

Basta clicar aqui!

IMPORTANTE: Este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida. Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Posso ajudar?