fbpx
Estresse

Canabidiol (CBD) melhora sintomas ligados à baixa produtividade

Transtornos psicológicos desencadeados pelo estresse no ambiente de trabalho podem ser tratados com Cannabis medicinal. Pesquisas apontam ótimos resultados relacionados ao controle dos sintomas de Burnout, depressão, ansiedade e estresse pós-traumático, todo ligados a baixa produtividade. Entenda a baixa produtividade Pressão por resultados, rotina, ambiente carregado. A baixa produtividade se associa a um contexto em […]

Conteúdo escrito e revisado
Medicina In Comitê Científico, atualizado em 5 de dezembro de 2021
cannabis medicinal para tratamento de baixa produtividade

Transtornos psicológicos desencadeados pelo estresse no ambiente de trabalho podem ser tratados com Cannabis medicinal. Pesquisas apontam ótimos resultados relacionados ao controle dos sintomas de Burnout, depressão, ansiedade e estresse pós-traumático, todo ligados a baixa produtividade.

Entenda a baixa produtividade

Pressão por resultados, rotina, ambiente carregado. A baixa produtividade se associa a um contexto em que a qualidade de vida no trabalho acaba sendo prejudicada por uma série de problemas emocionais e, consequentemente, físicos. 

Um relatório produzido pelo Instituto de Medicina da Academia Nacional de Ciências norte-americano mostrou que os custos médicos relacionados a problemas de dores e de baixa produtividade custam à economia dos EUA cerca de um trilhão de dólares por ano.

Com a chegada da pandemia da Covid-19, o home office se consolidou como alternativa às aglomerações que marcavam os deslocamentos dos funcionários, assim como o tempo de permanência no escritório durante o expediente. 

As salas comerciais foram substituídas pela sala de casa improvisada. Logo, as reuniões presenciais foram substituídas pelas remotas, via chamada de vídeo. 

No entanto, apesar do privilégio de se ter um emprego fixo sendo operado dentro do conforto de casa, a fonte de stress é a mesma, ainda que se possa tomar um café fresquinho em frente ao notebook. De acordo com uma pesquisa da empresa de recrutamento Robert Half, entre 387 entrevistados, 38% afirmaram ter sentido pioras na saúde mental e no bem-estar. 

Garantido pelas propriedades ansiolíticas e analgésicas da Cannabis medicinal, o histórico de bons resultados apresentados pelo uso do Canabidiol (CBD) no tratamento de transtornos de caráter psicológico, como ansiedade, Síndrome de Burnout, stress, estresse pós-traumático e depressão, reforça a expectativa de melhora na produtividade com qualidade de vida. 

Transtornos psicológicos e baixa produtividade

  • Ansiedade 

A ansiedade pode ser definida como a resposta do corpo frente a situações com grande carga de stress: apresentações em público, entrevistas de emprego, provas na escola ou a busca por alto desempenho no trabalho. 

No entanto, em casos em que há um grau intenso de ansiedade, que pode surgir sem motivo aparente e conseguindo prejudicar as tarefas diárias, ela deixa de ser considerada natural e pode ser definida como um transtorno de ansiedade generalizada ou transtorno de pânico, ou síndrome do pânico.

  • Síndrome de Burnout 

A síndrome de Burnout, também conhecida como síndrome do desgaste profissional, é uma situação definida pela exaustão física, emocional ou mental que surge geralmente em razão do acúmulo de estresse no trabalho ou nos estudos. 

Este transtorno costuma ocorrer em profissionais de atividades ligadas a contextos de pressão e responsabilidade constantes, como, por exemplo, professores e profissionais de saúde. 

O quadro de Burnout pode ser agravado e gerar estado de depressão profunda. Por isso, é muito importante adotar medidas para evitá-lo, principalmente se os sintomas forem identificados e surgirem os primeiros sinais de stress excessivo.

  • Stress 

O stress emocional é o principal sintoma de questões importantes que envolvem o dia a dia: cobrança exagerada como resultado de frustrações passadas, necessidade de alta performance e produtividade no ambiente profissional, insatisfação com a vida pessoal e cansaço mental. 

Esse tipo de estresse pode ser provocado por fatores internos (resultados pessoais, traumas, doenças) mas também motivado, principalmente, por fatores externos, como situações do cotidiano e rotina exaustiva, que acabam produzindo sintomas físicos, como aumento da frequência cardíaca, e psicológicos, como alterações de humor, sensação de insegurança e isolamento social.

  • Estresse pós-traumático 

O estresse pós-traumático pertence à categoria dos transtornos de ansiedade caracterizados pelo surgimento de quadro clínico com sintomas de medo intenso, pânico ou impotência. 

A experiência traumática pode ter sido vivida ou testemunhada após envolvimento com morte, ferimento, ameaça real à vida ou risco à integridade física do outro.

  • Depressão 

Doença crônica de natureza orgânica e psicológica, tem como principais sintomas o abatimento, desinteresse, desânimo e inércia e, às vezes, ansiedade.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que mais de 300 milhões de pessoas sofram com essa patologia. Trata-se de uma condição diferente, pois as variações de humor são mais frequentes e as respostas emocionais aos desafios cotidianos da vida, mais demoradas. 

O quadro pode se tornar crítico quando houver longa duração, intensidade moderada ou grave, causando ao indivíduo grande sofrimento, prejuízo ao desempenho no trabalho, na escola ou no ambiente familiar. Em casos extremos, pode levar ao suicídio.

Tratamento tradicional 

O tratamento tradicional para os transtornos que acarretam a baixa produtividade deve ter uma abordagem que envolva tanto o acompanhamento psicoterapêutico, com um profissional, como também o uso de medicamentos.

No caso das doenças de ordem mental, os psiquiatras são os profissionais mais qualificados para oferecer qualquer tipo de orientação. 

  • Terapia comportamental;
  • Terapia cognitiva;
  • Terapia interpessoal;
  • Psicanálise;
  • Psicoterapia psicodinâmica;
  • Psicoterapia de apoio.
  • Eles poderão ser acompanhados por psicólogos clínicos, enfermeiros e assistentes sociais.

Ansiolíticos e antidepressivos são os remédios psicoativos mais adotados ao longo desta forma de tratamento. A prescrição de cada um deles dependerá do transtorno e dos sintomas relatados.

Baixa produtividade: Tratamento com Cannabis medicinal 

Foco e motivação são características consideradas essenciais na cultura moderna do trabalho. Em vista disso, uma pesquisa publicada nos EUA, em 2016, pelo periódico Annual Review of Neuroscience mostra que o óleo de CBD (canabidiol) pode ajudar a manter o foco correto e a mitigar os efeitos da baixa produtividade

Os transtornos de ansiedade estão associados à baixa produtividade no trabalho e à incapacidade laboral de curto e longo prazos, resultando em mais de US $4,1 bilhões em custos indiretos no local de trabalho.

Os transtornos de ansiedade causam uma perda média de 4,6 dias de trabalho por invalidez por mês e 18,1 dias de trabalho perdidos por invalidez a cada 3 meses, além de uma média de 5,5 dias de trabalho de produtividade reduzida por mês.

Embora a ansiedade possa prejudicar o desempenho no local de trabalho, limitando as interações e comunicação entre pares, de acordo com um estudo publicado no Journal of Psychopharmacology, uma dose oral de Canabidiol (CBD) produz uma redução  considerada significativa na ansiedade subjetiva. 

A pesquisa também sugere que o Canabidiol (CBD) trabalha em conjunto com o THC para tratar com eficácia o transtorno de estresse pós-traumático (PTSD). Além disso, foi observado que as formulações de Canabidiol podem desempenhar um papel benéfico na promoção da vigília e na criação de ciclos de descanso que resultam em uma qualidade melhor de sono combinado a um maior estado de alerta. 

A importância de um acompanhamento especializado 

Para garantir a eficácia do tratamento para estresse através da cannabis medicinal, é importante contar com um acompanhamento especializado de médicos experientes.

Com o Medicina In você encontra médicos com experiência  em cannabis e realizam um  acompanhamento personalizado para proporcionar qualidade de vida e bem-estar.

Faça a sua consulta on-line e tire todas as suas dúvidas sobre o tratamento, benefícios e como cuidar da sua saúde.

IMPORTANTE: Este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida. Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.