fbpx
Canabidiol Epilepsia

Canabidiol: Entenda o uso em pacientes com epilepsia

Conteúdo escrito e revisado
Medicina In Comitê Científico, atualizado em 27 de outubro de 2023
canabidiol epilepsia

A epilepsia é uma condição neurológica caracterizada por convulsões recorrentes, afetando milhões de pessoas em todo o mundo. Embora existam diversos tratamentos disponíveis, muitos pacientes não respondem bem às terapias convencionais. 

O canabidiol (CBD), um dos compostos encontrados na planta de cannabis, emergiu como uma opção promissora no tratamento da epilepsia, oferecendo esperança para aqueles que buscam uma alternativa eficaz. 

Neste artigo, abordaremos o uso do CBD no tratamento da epilepsia em uma série de tópicos.

Quais os principais sintomas da epilepsia?

A epilepsia é caracterizada por episódios recorrentes de atividade cerebral anormal, resultando em sintomas como convulsões, perda de consciência, movimentos involuntários e, em alguns casos, comportamentos estranhos ou perda temporária de memória.

Como a epilepsia pode ser tratada?

O tratamento da epilepsia geralmente envolve o uso de medicamentos antiepilépticos (também conhecidos como anticonvulsivantes), terapia comportamental e, em alguns casos, cirurgia. 

No entanto, cerca de um terço dos pacientes com epilepsia não responde adequadamente a tratamentos convencionais, o que torna necessária a exploração de terapias alternativas.

Canabidiol e epilepsia

Um estudo publicado pela Wiley Online Lebrary, o canabidiol, um dos canabinoides não psicoativos da planta de cannabis, tem recebido considerável atenção por sua capacidade de reduzir a frequência e a gravidade das convulsões em pessoas com epilepsia resistente a tratamentos tradicionais.

O que dizem os estudos sobre o canabidiol para epilepsia?

O canabidiol (CBD) foi consistentemente associado a reduções de 50% a 67%na frequência mensal de convulsões em pacientes com epilepsia resistente ao tratamento.

Leia mais sobre: Canabidiol Preço

Qual o melhor canabidiol para epilepsia?

A escolha do produto de CBD para tratar a epilepsia depende de vários fatores, incluindo a concentração de CBD, a formulação (óleo, cápsulas, tintura, etc.) e a preferência do paciente. Alguns produtos específicos de CBD, já foram aprovados para tratar certos tipos de epilepsia e podem ser recomendados por um profissional de saúde.

Médicos que prescrevem canabidiol
Médicos que prescrevem canabidiol

Como o canabidiol é capaz de tratar crises de convulsões?

O mecanismo exato pelo qual o canabidiol reduz as convulsões não é totalmente compreendido, mas acredita-se que ele influencie os receptores de canabinoides no cérebro e no sistema nervoso, ajudando a regular a atividade neuronal anormal. Isso pode reduzir a hiperexcitabilidade neuronal que leva a convulsões.

Conclusão

O uso do canabidiol no tratamento da epilepsia oferece esperança para muitos pacientes que não obtiveram sucesso com terapias convencionais.

No entanto, é fundamental que qualquer pessoa interessada no uso de CBD para a epilepsia consulte um médico especialista em canabidiol, que pode orientar sobre a dosagem apropriada, a formulação e os produtos mais adequados. 

IMPORTANTE: Este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida. Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Posso ajudar?