fbpx
Epilepsia

Canabidiol para Epilepsia: Benefícios e efeitos colaterais

A Epilepsia é uma doença provocada por um desequilíbrio na atividade elétrica dos neurônios em algma região do cérebro. Caracteriza-se por um ou vários transtornos neurológicos que deixam uma predisposição no cérebro a crises recorrentes de convulsões. Entenda quais são os benefícios e efeitos colaterais do tratamento com canabidiol para Epilepsia Tais crises, que também […]

Conteúdo escrito e revisado
Medicina In Comitê Científico, atualizado em 23 de novembro de 2022
Canabidiol para Epilepsia e Convulsões

A Epilepsia é uma doença provocada por um desequilíbrio na atividade elétrica dos neurônios em algma região do cérebro. Caracteriza-se por um ou vários transtornos neurológicos que deixam uma predisposição no cérebro a crises recorrentes de convulsões. Entenda quais são os benefícios e efeitos colaterais do tratamento com canabidiol para Epilepsia

Tais crises, que também são conhecidos como “ataques epiléticos”, costumam provocar consequências neurobiológicas, cognitivas e psicológicas.

Esta doença afeta 1,5% da população. Um terço desta população sofre de “Epilepsia refratária” (como a Síndrome de Dravet o a Síndrome de Lennox-Gastaut) ou resistente a tratamento, ou seja, não responde aos tratamentos mais tradicionais.

Os efeitos produzidos pelo tratamento à base de canabidiol para Epilepsia e Convulsões foi uma das primeiras ações descritas por investigadores da comunidade científica ao longo dos anos 70 e 80.

A ação do tratamento à base de canabidiol para Epilepsia e Convulsões aumenta os níveis de anadamida — também conhecida como “substância da felicidade”, um dos canabinoides endógenos que pode ter efeitos analgésicos, ansiolíticos e antidepressivos.

Em razão de o CBD ser um dos canabinoides com ação não psicotrópica, tem recebido grande interesse científico graças às suas aplicações médicas.

Este composto demonstrou eficácia como produtor de efeitos anticonvulsionantes, antipsicóticos, neuroprotetores, antidepressivos e ansiolíticos. A atividade neuroprotetora, por sua vez, aparece relacionada às suas excelentes propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

Os resultados dos estudos científicos obtidos até agora sobre o tratamento à base de canabidiol para Epilepsia e Convulsões podem representar esperança para pacientes resistentes a todas as drogas antiepiléticas convencionais.


Canabidiol para Epilepsia- Inicie o tratamento com canabidiol
Canabidiol para Epilepsia- Inicie o tratamento com canabidiol

Quais os benefícios do canabidiol para Epilepsia?

Segundo o Centro de Neurologia para Epilepsia e Convulsões dos EUA, o tratamento à base de canabidiol para Epilepsia e Convulsões pode ajudar a prevenir alguns tipos de convulsões em pessoas e animais.

Ensaios clínicos demonstraram redução significativa nas convulsões para pessoas que passaram pelo tratamento à base de canabidiol para Epilepsia e Convulsões para tratar as Síndromes de Lennox-Gastaut (“Epilepsia refratária”), de Dravet ou complexo de esclerose tuberosa.

Também já há indicações de que o tratamento à base de canabidiol para Epilepsia e Convulsões ajuda a prevenir outros tipos de convulsões ou aumentar a eficácia de outros medicamentos antiepiléticos.
Sabe-se que o organismo possui neurotransmissores e receptores naturais conhecidos como sistema endocanabinoide.

Assim, o tratamento à base de canabidiol para Epilepsia e Convulsões faz com que o CBD interaja como esse sistema, que influencia uma série de funções e sistemas corporais, tais como resposta imune, apetite, dor e sono.

Uma revista de estudos de CBD publicada pela revista Frontiers in Neurology, em 2017, aponta que 71% dos pacientes com epilepsia resistente ao tratamento relataram redução nas convulsões após tratamento à base de canabidiol para Epilepsia e Convulsões.

Além disso, os resultados de eficácia na população estudada sugerem que do tratamento à base de canabidiol para Epilepsia e Convulsões reduz significativamente a frequência de convulsões, mesmo para esses pacientes resistentes ao tratamento.

A pesquisa apontou que, além do efeito direto do tratamento à base de canabidiol para Epilepsia e Convulsões na redução de crises epiléticas, eram muito comuns relatos de melhora em aspectos de saúde considerados “secundários” — consciência, qualidade do sono, humor, comportamento/agressão, linguagem/cognição e habilidades motoras.

Os pesquisadores entendem que não devem ser desprezados, pois proporcionam uma melhora significativa na qualidade de vida do paciente e de seus familiares.

Quais os efeitos colaterais?

Em pacientes que receberam tratamento à base de canabidiol para Epilepsia e Convulsões, além do percentual significativo na reduções das crises — geralmente superior a 50% até a cessação total —, verifica-se melhora em outros aspetos como, por exemplo, emocional, cognitivo, motor e social.
Estudo realizado pelo Children´s Hospital, de Boston, nos EUA, avaliou a eficácia que o tratamento à base de canabidiol para Epilepsia e Convulsões em 47 pacientes entre 2 e 18 anos de idade — 20 do sexo masculino e 27, do sexo feminino.

Os efeitos colaterais observados nos pacientes que adotaram o tratamento à base de canabidiol para Epilepsia e Convulsões foram leves e compreenderam fadiga (15%), diminuição do apetite (20%) e sonolência (20%).

Uma clínica particular de Los Angeles, também nos EUA, realizou um estudo com pacientes que passaram por tratamento à base de canabidiol para Epilepsia e Convulsões em uma faixa etária mais ampla — de 2 a 46 anos de idade.

A exemplo dos efeitos colaterais observados naquele hospital infantil, houve registro da incidência de diminuição do apetite, sedação e alterações no sono.

No entanto, conforme informações coletadas pelos pais de crianças com crises epiléticas refratárias, foi possível determinar aumento do apetite, estado de alerta, humor e qualidade do sono.
Da mesma forma, foi registrada menor frequência de visitas hospitalares e uso de medicamentos de resgate.

Deve-se ressaltar que o tratamento à base de canabidiol para Epilepsia e Convulsões possibilitou que houvesse a dispensa do uso de um ou mais medicamentos antiepiléticos em aproximadamente 36% dos pacientes.

A importância de um acompanhamento especializado

Para combater a epilepsia com cannabis medicinal, é importante contar com um acompanhamento especializado de médicos experientes. Com o Medicina In você encontra médicos com experiência em cannabis e realizam um acompanhamento personalizado para proporcionar qualidade de vida e bem-estar.

Faça a sua consulta on-line e tire todas as suas dúvidas sobre o tratamento, benefícios e como cuidar da sua saúde.

IMPORTANTE: Este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida. Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.