fbpx
Alzheimer

Canabidiol: Conheça 3 maneiras fisiológicas pelas quais o CBD pode melhorar a qualidade de vida dos portadores de Alzheimer

Conteúdo escrito e revisado
Medicina In Comitê Científico, atualizado em 18 de setembro de 2023
canabidiol para tratamento de Alzheimer

O Alzheimer é uma doença neurodegenerativa progressiva que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que, até 2021, cerca de 50 milhões de pessoas sofram com o mal de Alzheimer, e esse número deve triplicar até 2050. 

A busca por tratamentos eficazes para melhorar a qualidade de vida dos portadores de Alzheimer, vem sendo uma prioridade crescente na área da saúde. Um estudo publicado pela SciElo trouxe insights promissores sobre o uso do Canabidiol como uma opção terapêutica para o tratamento de Alzheimer

Neste texto, exploraremos as três maneiras fisiológicas pelas quais o CBD pode melhorar a qualidade de vida dos portadores de Alzheimer, com base nesse estudo. Mas antes, é preciso que você entenda alguns pontos sobre esse assunto.

O que é Canabidiol (CBD)?

O canabidiol, ou CBD, é um dos muitos compostos químicos encontrados na planta de cannabis. É um dos principais ingredientes ativos da cannabis sátiva e tem despertado um interesse crescente devido às suas propriedades medicinais potenciais. 

Ao contrário do tetra-hidrocanabinol (THC), outro composto encontrado na cannabis, o CBD não possui propriedades psicoativas, o que significa que não causa a sensação de “barato” associada ao uso recreativo de maconha. O canabidiol vem sendo constantemente estudado por seus efeitos terapêuticos, em uma variedade de condições médicas, incluindo epilepsia, ansiedade, dor crônica e, mais recentemente, o Alzheimer

Leia mais: 42 benefícios do canabidiol baseado em evidências científicas

A ciência por trás do CBD e da doença de Alzheimer

O óleo de canabidiol possui ação neuroprotetora, o que significa que pode ajudar na melhora dos exames funcionais do paciente e auxiliar nas funções cognitivas. Outro ponto importante, é que o canabidioI também pode reduzir a velocidade com que a patologia avança, proporcionando qualidade de vida para o(a) paciente. 

Ao invés de ter apenas uma ação, como muitos remédios, o canabidioI oferece uma ampla gama de efeitos que endereçam diferentes causas do Alzheimer. E é isso que o torna tão útil.

Três maneiras fisiológicas pelas quais o CBD pode melhorar a qualidade de vida dos portadores de Alzheimer

Neste estudo publicado pela SciElo, em 2021, o Canabidiol demonstrou melhora nos sintomas como ansiedade, agitação e alterações de sono. Todos estes sintomas estão presentes em demências e em demência na doença de Alzheimer. O estudo também destaca maneiras fisiológicas pelas quais o  uso de CBD  pode melhorar a qualidade de vida dos pacientes com Alzheimer.

Veja a seguir:

1. Redução de Processos Neuroinflamatórios: A neuroinflamação é uma característica comum no cérebro de pacientes com Alzheimer. Ela desempenha um papel significativo na progressão da doença, contribuindo para a degeneração das células nervosas. O estudo da Scielo destaca que o CBD possui propriedades anti-inflamatórias bem documentadas. Ele age regulando o sistema endocanabinide, que desempenha um papel crucial na modulação da inflamação no sistema nervoso central. Ao reduzir a neuroinflamação, o canabidiol pode ajudar a proteger as células cerebrais, preservando a função cognitiva.

2. Estabilização da Oxigenação Cerebral: Outra descoberta importante do estudo é que o Canabidiol pode estabilizar a oxigenação cerebral. A neuroinflamação induzida pelo Alzheimer muitas vezes resulta na liberação de oxigênio reativo, que pode causar danos aos tecidos cerebrais. O Canabidiol demonstrou a capacidade de agir como um antioxidante, neutralizando os radicais livres e ajudando a manter um ambiente cerebral mais equilibrado. Isso pode contribuir para a preservação da integridade das células nervosas e da função cerebral.

3. Estimulação Cerebral com Efeito Neuroprotetor: O canabidiol também atua como um estimulante cerebral com efeito neuroprotetor. Ele interage com os receptores do sistema endocanabinoide, que estão envolvidos na regulação do crescimento e sobrevivência de neurônios. Além disso, o CBD tem demonstrado a capacidade de promover a neurogênese, que é a formação de novos neurônios. Essas propriedades podem ajudar a compensar a perda de células nervosas observadas no Alzheimer, retardando o progresso da doença e melhorando a cognição.

Agende sua consulta e inicie seu tratamento com canabidiol
Agende sua consulta e inicie seu tratamento com canabidiol

Benefícios do Canabidiol para Portadores de Alzheimer: 

Além das três maneiras fisiológicas mencionadas, o CBD oferece outros benefícios para os portadores de Alzheimer. Ele é considerado seguro e bem tolerado, com efeitos colaterais mínimos, em comparação com muitos medicamentos tradicionais. Fora que, o CBD não causa os efeitos psicoativos associados ao tetrahidrocanabinol (THC), outro composto da cannabis. 

Leia mais: Conheça os 4 efeitos colaterais do canabidiol

Canabidiol como uma alternativa promissora para a doença de Alzheimer

Como podemos ver, o canabidiol oferece uma perspectiva promissora como um complemento de tratamento para melhorar a qualidade de vida dos portadores de Alzheimer. Com sua capacidade de reduzir a neuroinflamação, estabilizar a oxigenação cerebral e promover a neuroproteção, o CBD representa uma abordagem terapêutica inovadora e potencialmente eficaz. 

No entanto, é importante destacar que mais pesquisas clínicas são necessárias para entender completamente o impacto do canabidiol no Alzheimer e determinar as dosagens ideais para diferentes estágios da doença.

Fale com o seu médico!

Antes de iniciar um tratamento à base de canabidiol, você deve consultar um médico especialista em cannabis medicinal. Afinal, cada ser humano é individual, logo, apenas um médico com vasto conhecimento sobre o assunto poderá lhe orientar da maneira correta.

Com tudo, sabemos que, iniciar qualquer tratamento para a doença de Alzheimer pode e deve gerar muitas dúvidas. Por isso, recomendamos que procure o seu médico de confiança e apresente esse estudo. Assim, você poderá tirar todas as suas dúvidas e iniciar o seu tratamento de forma tranquila e segura.

E caso você não tenha um médico de sua confiança, nós podemos te ajudar. Através do nosso site é possível encontrar os médicos mais recomendados do setor canábico, em apenas alguns cliques.

Basta acessar o nosso site!

Fonte/estudo: https://www.scielo.br/j/trends/a/q5dqGnx8GCLxHFnnwnbBjkP/#

IMPORTANTE: Este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida. Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Posso ajudar?