fbpx
Alzheimer

Alzheimer: Cannabis medicinal como resposta

Entenda as principais características do Alzheimer e como a Cannabis medicinal pode ajudar no tratamento Alzheimer é um dos 150 tipos de demência –doença caracterizada pelo declínio da capacidade mental do paciente –, e também o mais comum, correspondendo entre 60 e 80% dos casos. Segundo a literatura médica, uma disfunção progressiva e grave, que […]

Conteúdo escrito e revisado
Medicina In Comitê Científico, atualizado em 4 de dezembro de 2021
cannabis medicinal como tratamento para alzheimer

Entenda as principais características do Alzheimer e como a Cannabis medicinal pode ajudar no tratamento

Alzheimer é um dos 150 tipos de demência –doença caracterizada pelo declínio da capacidade mental do paciente –, e também o mais comum, correspondendo entre 60 e 80% dos casos. Segundo a literatura médica, uma disfunção progressiva e grave, que interfere na rotina do paciente e de toda a família.

Perda da capacidade cognitiva (compreensão das palavras) e da memória de curto prazo são os principais sintomas. O idoso com Alzheimer geralmente têm mais facilidade em lembrar dos fatos da adolescência do que da última refeição que fez, assim como pode perder a relação entre signo e significante.

Porém, os relatos científicos incluem ainda uma variedade de sintomas neuropsiquiátricos (lesões cerebrais) que desencadeiam episódios de gritos, inquietação e agressividade. Como muitas outras doenças silenciosas, o Alzheimer começa antes dos sintomas aparecerem – até 20 anos antes, de acordo com especialistas. No início, ele desencadeia alterações cerebrais imperceptíveis. 

Ao contrário do que muitos imaginam, o Alzheimer –assim como qualquer outro tipo de demência –não faz parte do envelhecimento normal. Precisa de tratamento e acompanhamento médico.

O papel da Cannabis medicinal no tratamento do Alzheimer

O Alzheimer ainda não tem cura –mas as pesquisas científicas avançam neste sentido. Enquanto ela não chega, é possível melhorar a qualidade de vida do paciente e retardar o avanço da doença. O CBD (Canabidiol), uma das substâncias da Cannabis medicinal, entra justamente aí. Quando administrado, diminuiu a ansiedade, a agitação e as alterações do sono, que são sintomas comuns a todos os quadros de demência.

O CBD age de três formas no organismo:

-Reduz processos neuro-inflamatórios

-Estabiliza a oxigenação cerebral (oxigênio é liberado como um componente reativo e induzido pela neuroinflamação)

-Funciona como estimulante cerebral com efeito neuroprotetor. 

A substância é efetiva na diminuição do estresse e da ansiedade nos indivíduos com Alzheimer, com Demência Vascular (causada em geral por Acidente Vascular Cerebral), com Corpos de Lewy (diagnosticada em casos de Parkinson), frontotemporal (DFT, que atinge os lobos frontais, comprometendo a fala e a compreensão) e com Agitações Psicomotoras (que precedem comportamentos violentos).

A FDA (Food and Drug Administration) autorizou, em julho de 2020, estudo de fase 1 em humanos para a formulação de CBD/THC experimental para o tratamento de pacientes de Alzheimer. Em andamento, a pesquisa testa doses ideais de CBD na melhora da qualidade de vida, agitação e agressividade.

Para dar uma ideia geral de aplicação da Cannabis medicinal para pacientes com Alzheimer, o CBD Full Spectrum (CBD com 0,3% de THC) é recomendado pela manhã, para sintomas de inquietação e agitação psicomotoras, e o CBD isolado, no período da noite, para distúrbios do sono. 

As doses são ajustadas pelos médicos, pois variam de acordo com o paciente. Ressaltamos que o THC pode causar tontura em idosos, precisando atenção redobrada para não haver risco de quedas. É fundamental o acompanhamento especializado do médico para garantir eficácia e a segurança do tratamento.

Como encontrar um tratamento com cannabis medicinal 

Para garantir a eficácia do tratamento para Alzheimer através da cannabis medicinal, é importante contar com um acompanhamento especializado de médicos experientes. Com o Medicina In você encontra médicos com experiência  em cannabis e realizam um  acompanhamento personalizado   para proporcionar qualidade de vida e bem-estar. Faça a sua consulta on-line e tire todas as suas dúvidas sobre o tratamento, benefícios e como cuidar da sua saúde.

IMPORTANTE: Este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida. Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.