fbpx
Canabidiol

THC e CBD: quais as diferenças e efeitos colaterais?

Conteúdo escrito e revisado
Medicina In Comitê Científico, atualizado em 11 de agosto de 2023

O CBD (canabidiol) e o THC (tetra-hidrocanabinol), são dois compostos químicos encontrados na planta de cannabis sativa, popularmente conhecida como maconha

Mas, apesar de compartilharem a mesma origem, essas substâncias possuem efeitos e propriedades muito distintas. Para que você entenda melhor, vamos explorar o que são, suas diferenças, efeitos colaterais e como podem ser utilizadas no tratamento de diversas patologias.

Canabidiol (CBD)

O canabidiol, popularmente conhecido como CBD,  é um dos principais compostos não psicoativos presentes na planta de cannabis. Isso significa que, ao contrário do THC, o CBD não causa os efeitos de “barato” associados à maconha. 

Pois ele interage com o sistema endocanabinoide do corpo humano, que está envolvido na regulação de várias funções, como sono, apetite, dor e sistema imunológico. O Canabidiol (CBD) vem  ganhando cada vez mais atenção devido ao seu potencial terapêutico em uma variedade de condições médicas, incluindo ansiedade, epilepsia, dor crônica, inflamação e distúrbios neurológicos.

Leia mais: Canabidiol Preço.

Tetra-Hidrocanabinol (THC)

O THC é o composto psicoativo mais conhecido da cannabis. Ele se liga aos receptores do sistema endocanabinoide no cérebro, produzindo uma sensação de euforia, relaxamento e alteração do estado mental. 

Esses efeitos psicoativos podem ser benéficos em algumas situações, como no tratamento de náuseas e vômitos associados à quimioterapia ou na estimulação do apetite em pacientes com AIDS (HIV)

No entanto, o uso recreativo do THC também pode levar a uma série de problemas , como dependência química e efeitos colaterais indesejados.

Leia mais: Canabidiol engorda?

Diferenças e Benefícios no tratamento de condições médicas 

Enquanto o THC é mais conhecido por seus efeitos psicoativos, o CBD  se destaca por seus benefícios terapêuticos sem causar intoxicação.

Já o canabidiol tem demonstrado eficácia no tratamento de convulsões em certos tipos de epilepsia, redução da ansiedade e estresse, alívio de dores crônicas e inflamação, bem como potencial neuroprotetor. Além disso, o CBD é considerado seguro para uso e não causa dependência.

Médicos que prescrevem canabidiol
Médicos que prescrevem canabidiol

Como iniciar um tratamento a base CBD?

Antes de iniciar qualquer tratamento com CBD, é crucial consultar um profissional de saúde qualificado. Eles podem avaliar sua situação médica e fornecer orientações personalizadas. 

Se o CBD for recomendado para a sua necessidade, é importante escolher produtos de alta qualidade e provenientes de fontes confiáveis. Acontece que o canabidiol  pode ser encontrado em várias formas, como óleos, cápsulas, cremes e até mesmo comestíveis.

Outro ponto importante é que, começar com uma dose baixa e aumentar gradualmente, sob a supervisão médica, pode ajuda a monitorar como seu corpo responde ao tratamento. Lembrando que, cada pessoa é única, e a dosagem eficaz pode variar de organismo para organismo.

A paciência também é um fator  fundamental nesse processo, pois os efeitos terapêuticos do CBD podem levar algum tempo para se manifestar. No entanto, diversas pessoas já relataram obter um efeito significativo de imediato.

Ou seja: sempre consulte um médico prescritor de canabidiol antes de iniciar qualquer tratamento com cannabis medicinal  ou seus derivados.

Encontre os médicos especialistas em canabidiol mais recomendados do mercado aqui!

IMPORTANTE: Este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida. Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Posso ajudar?