fbpx
Ansiedade

O que é ansiedade, 44 reações e como obter alívio

Descubra todas as 44 reações entre físicas, comportamentais, cognitivas e sociais da Ansiedade e quais os possíveis tratamentos no Brasil.

Conteúdo escrito e revisado
Medicina In Comitê Científico, atualizado em 19 de abril de 2022
mulher com a mão na testa . ela tem sintomas de ansiedade. mas não sabe o que é ansiedade e seus sintomas

Você pode até achar que sabe exatamente o que é Ansiedade, provavelmente já deve ter sentido alguns sintomas e sabe onde buscar alívio.

Porém, o buraco é muito mais embaixo do que pode parecer. A Ansiedade é capaz de alterar diversos estados do nosso organismo e isso pode acabar se tornando um transtorno grave.

O que você verá nesse artigo?

  • O que realmente é Ansiedade?
  • Possíveis causas
  • Sintomas
  • 22 reações físicas
  • 8 reações comportamentais
  • 10 reações cognitivas
  • 4 reações sociais
  • Tipos de ansiedade
  • Novo tratamento para Ansiedade

O que realmente é Ansiedade?

Basicamente, podemos explicar essa doença como uma resposta do organismo em situações estressantes que influenciam o estado emocional. A Ansiedade tem como características a preocupação excessiva e constante, descontrole sobre os pensamentos e dificuldade em permanecer tranquilo.


Embora não tenha uma causa específica, pode-se dizer que uma experiência traumática seja determinante para desenvolver este transtorno. A Covid-19 é um exemplo de como essa sobrecarga psicológica afeta o dia a dia das pessoas.


Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a pandemia fez com que houvesse um aumento de 25% no número de casos em todo o mundo. Leia mais aqui.


O quadro de saúde mental prejudicada estimulou a busca por informações a respeito deste tema no Brasil, nestes últimos dois anos, por se tratar do país com o maior índice de pessoas que sofrem com os sintomas da Ansiedade no mundo.

Dados coletados pela plataforma “Psicologia Viva” apontam que a palavra “Ansiedade” lidera o ranking de assuntos pesquisados pelos brasileiros ao longo da pandemia.


Relacionados a quase 925 mil agendamentos de consulta psicológica em modo remoto, mais de 84 mil registros diferentes de pacientes foram avaliados entre junho de 2020 e julho de 2021, dos quais este tema representa 20% da pesquisa dentro da plataforma.

Possíveis causas

Cada caso deve ser tratado conforme o histórico do paciente e dos respectivos sintomas.

Ainda que não haja uma causa típica, pode vir atrelada a uma série de fatores, tais como:

  • problemas físicos e biológicos;
  • contexto profissional;
  • desempenho acadêmico ou escolar;
  • questões familiares;
  • dilemas existenciais como por exemplo anúnciar de orientação sexual e a expectativa em torno da aceitação ou rejeição;
  • traumas vividos na infância como por exemplo negligência, abandono, maus tratos.

Quais os Sintomas da Ansiedade?

Entre os sintomas da Ansiedade, deve-se levar em conta que essas reações precisam ser divididas em 3 partes: físicas, comportamentais, cognitivas e sociais.

22 reações físicas causadas pela Ansiedade

  • taquicardia;
  • hipertensão;
  • sensação de nó no estômago;
  • falta de ar;
  • boca seca;
  • transpiração excessiva;
  • náusea;
  • vômita;
  • dor de cabeça;
  • zumbidos no ouvido;
  • vertigens;
  • tonturas;
  • dores nas costas;
  • sensação de aumento da temperatura;
  • bexiga hiperativa;
  • psoríase (doença crônica de pele que pode provocar manchas na pele);
  • alopecia (queda de cabelo);
  • perda ou aumento de apetite;
  • perda ou aumento de peso;
  • alterações no ciclo menstrual;
  • unhas quebradiças.

8 reações comportamentais

  • tremores;
  • bloqueio ou paralisação de ações;
  • estado de alerta;
  • irritabilidade;
  • tensão nos maxilares;
  • alteração no tom de voz;
  • movimentar-se de um lado para o outro;
  • obsessão por roer as unhas.

10 reações cognitivas

  • preocupação excessiva ou obsessiva;
  • pensamentos negativos;
  • dificuldades de atenção e concentração;
  • insônias;
  • pertubações do sono;
  • dificuldades em dormir;
  • acordar várias vezes durante a noite;
  • alterações de memória;
  • vontade de chorar;
  • pessimismo generalizado.

4 reações sociais

  • dificuldades em começar ou manter uma conversa;
  • dificuldade em dizer “não” ou demonstrar desacordo/desagravo;
  • preocupação excessiva com a opinião dos outros;
  • obsessão na tentativa em passar constantemente despercebidos.

Quais os tipos de Ansiedade existentes?

Ao todo são 7 tipos de ansiedade conhecidas. Iremos explicar cada uma delas abaixo:

Transtorno de Ansiedade Generalizada

Também conhecida como TAG. Esse é tipo mais comum, caracteriza-se pela ansiedade e preocupação excessivas de modo frequente, causando sofrimento ou prejuízo nas atividades de caráter social e profissional;

Transtorno Obsessivo Compulsivo

Transtorno mental caracterizado pela presença de comportamentos relacionados a compulsões e obsessões;

Transtorno do Estresse Pós-traumático

Distúrbio de ansiedade que se manifesta em razão de o portador ter vivido experiências ligadas a atos violentos ou de situações traumáticas;

Transtorno de Pânico

Caracterizado por episódios frequentes de ataques de pânico, como um surto repentino de medo ou desconforto extremo, cujs sintomas apresentados podem ser taquicardia, transpiração excessiva, tremores, falta de ar, sensação de asfixia, dores no peito, náusea, tontura, calafrios, sensação de formigamento, sensação de irrealidade, medo de perder o controle, de “enlouquecer” ou de morrer;

Fobia Social

Definição dada ao medo ou ansiedade exagerados de ser exposto a eventual avaliação por outras pessoas em situações de contexto social;

Transtorno de Ansiedade de Separação

Caracterizado pela ansiedade excessiva em relação à separação dos pais ou responsáveis, provoca sofrimento intenso e prejuízos significativos em diversas áreas da vida da criança ou do adolescente;

Mutismo seletivo

Tem como característica a dificuldade em iniciar a conversa ou responder com reciprocidade quando outras pessoas se dirigem a elas. Iniciada na infância, pode persistir durante a vida adulta, causando prejuízos no estabelecimento das relações pessoais, principalmente em função da forte sensação de ansiedade.

Quais são os tratamentos disponíveis hoje no Brasil?

Atualmente existem vários tratamentos para ansiedade disponíveis no Brasil, porém, podemos dividir em 2 tipos de tratamentos. O tratamento tradicional e um novo tratamento que vem se mostrando muito eficáz ao longo do tempo, que você fica sabendo agora.

Sobre o tratamento tradicional

O tratamento da ansiedade, assim como qualquer outro distúrbio físico ou psicológico, sempre deve ser feito sob orientação profissional, seja com um médico, seja com um psicólogo, ou de preferência com os dois.

No caso do tratamento tradicional, em boa parte dos casos, os diagnósticos são acompanhados de psicoterapia, uso de remédios ou a combinação de ambos.

A Psicoterapia tem como objetivo identificar a razão ou o conjunto de fatores que acabam determinando o quadro de Ansiedade, buscando encontrar a melhor forma de auxiliar na diminuição do excesso de estresse.

Já com relação ao uso de medicamentos, quando prescrita pelo médico adequado ao tratamento deste distúrbio — no caso, o psiquiatra —, são indicados antidepressivos e, caso haja necessidade, os ansiolíticos, voltados para quadros de ansiedade.

Quais medicamentos para esse tipo de tratamento?

Lorazepam, Bromazempam ou Diazepam são os principais medicamentos indicados para este tipo de tratamento e tem como objetivo atuar na regulação da produção de substâncias químicas, no cérebro, que auxiliam no relaxamento, como também no surgimento dos sintomas. No entanto, estes remédios apresentam capacidade de causar uma série de efeitos colaterais.

Novo tratamento para Ansiedade: CBD

O tratamento com CBD com Cannabis Medicinal surgiu como alternativa ao tradicional método baseado no uso de ansiolíticos e antidepressivos.

Liberado desde 2019 pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o CBD (Canabidiol) apresenta diversos benefícios no tratamento de diversas doenças e comorbidades. No caso da Ansiedade, o resultado também foi bastante satisfatório. A capacidade daquela substância ficou comprovada a partir da redução dos efeitos provocados pelo distúrbio.

Assim como destacado no começo do texto, o período da Pandemia potencializou a ansiedade do mundo todo, e os brasileiros foram aqueles que se sentiram mais afetados.

A executiva carioca Bruna Infurna, 43, foi uma entre tantos outros brasileiros afetados pelo impacto causado pela Covid-19 no cotidiano. Acometida pela Ansiedade, Bruna procurou orientação médica para experimentar o uso do CBD para diminuir os efeitos trazidos pelo distúrbio e também para dormir melhor.

“Procurei a ajuda de especialistas, porque sou completamente contra os remédios para dormir, indutores de sono e ansiolíticos”, afirma.

Segundo a executiva, os sintomas tornaram-se frequentes em função da rotina de trabalho ligada a viagens de avião para dar conta da agenda de compromissos com clientes.

“A Ansiedade e a Insônia estavam relacionados com a qualidade do sono e a ansiedade. Antes da pandemia era super agitada. Tinha uma agenda de viagens de trabalho, reuniões, almoços e happy hours com clientes e colegas. Mas veio a pandemia e com ela, o home office. Os contatos profissionais passaram para as plataformas virtuais”, conta.

Após dar início ao tratamento com CBD, acompanhada de um médico, passou a desfrutar de uma série de mudanças que trouxeram qualidade de vida para o seu dia a dia. “A ansiedade diminuiu e a qualidade do sono melhorou demais. A melhora da minha qualidade do sono fez toda a diferença na disposição”, revela.

Leia o relato completo de como a Bruna Infurna encontrou um tratamento para ansiedade com CBD.

A Importância de um acompanhamento personalizado para seu tratamento de Ansiedade com CBD

Para garantir a eficácia de um tratamento com Cannabis medicinal, é importante contar com um minucioso acompanhamento especializado.

Apesar de ainda haver poucos médicos prescritores no Brasil, já existem centros de excelência com esse foco.

Um deles é a Medicina In, onde você pode realizar consultas on-line com médicos experientes que poderão avaliar seu caso. Saiba mais e tire todas suas dúvidas sobre cannabis medicinal e ansiedade.

IMPORTANTE: Este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida. Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.