fbpx
Canabidiol

O que é o canabidiol e para que serve?

Nos dias atuais, vivemos em um cenário onde a medicina tradicional busca incessantemente por novas alternativas terapêuticas. Nesse cenário, o canabidiol (CBD) emerge como uma promissora opção, desafiando estigmas e revelando um vasto campo de possibilidades no tratamento de diversas condições médicas. Mas será que todos estão realmente educados o suficiente para entender como o […]

Conteúdo escrito e revisado
Medicina In Comitê Científico, atualizado em 26 de dezembro de 2023

Nos dias atuais, vivemos em um cenário onde a medicina tradicional busca incessantemente por novas alternativas terapêuticas. Nesse cenário, o canabidiol (CBD) emerge como uma promissora opção, desafiando estigmas e revelando um vasto campo de possibilidades no tratamento de diversas condições médicas.

Mas será que todos estão realmente educados o suficiente para entender como o CBD pode ser benéfico? Acreditamos que não, por isso no decorrer deste artigo, embarcaremos em uma jornada pela essência do CBD, explorando suas origens, propriedades terapêuticas e a variedade de doenças que podem encontrar alívio em suas virtudes.

As origens do Canabidiol

O CBD, ou canabidiol, é um composto químico encontrado na planta de cannabis, conhecida popularmente em territórios nacionais como maconha. Por muitos anos, o preconceito com o uso desse componente encontrado apenas nesta planta, foi estritamente repudiado por alguns e bem aceito por outros.

Os motivos que levaram a mudanças que fizeram o canabidiol ser melhor aceito, foi as diferenças desse elemento de seu outro parente famoso, o delta-9-tetrahidrocanabinol, popularmente conhecido também como THC.

Ao contrário de seu parente famoso, o delta-9-tetrahidrocanabinol (THC), o CBD não possui propriedades psicoativas, não causando os efeitos alucinógenos associados ao consumo de cannabis. 

Sua jornada medicinal inicia-se no seio da natureza, onde a planta de cannabis se torna uma fonte rica e complexa de substâncias capazes de desencadear benefícios terapêuticos surpreendentes, algo que veremos melhor a seguir.

CBD: um grande aliado para seu sistema imunológico, nervoso e cardiovascular

Depois de realizadas milhares de pesquisas sobre o componente, finalmente muitas propriedades medicinais do CBD foram encontradas e expostas. E, para a surpresa do mundo, elas indicam que esse composto atua como um aliado valioso em diversos sistemas do corpo humano. 

O sistema imunológico, responsável por defender o organismo contra agentes invasores, encontra no CBD um possível reforço! Isso mesmo, meu querido leitor. Estudos sugerem que o CBD pode modular a resposta imunológica, promovendo um equilíbrio que pode ser crucial no tratamento de condições autoimunes.

Isso por si só, formula motivos o suficientes para que o canabidiol seja bem recebido, principalmente para esse uso medicinal, que pode prolongar e auxiliar o estilo de vida de milhares de pessoas que sofrem com problemas autoimunes como por exemplo, a diabetes tipo 1.

No âmbito do sistema nervoso, o CBD também se destaca como um forte aliado. Suas propriedades neuroprotetoras têm sido objeto de intensa pesquisa, com resultados promissores no tratamento de distúrbios neurológicos. 

Dores crônicas, ansiedade, epilepsia e até mesmo distúrbios do sono são algumas das áreas onde o CBD mostra potencial terapêutico, oferecendo uma abordagem alternativa e natural para aqueles que buscam alívio.

Além disso, o impacto do CBD no sistema cardiovascular não pode ser negligenciado. Estudos indicam que o CBD pode auxiliar na redução da pressão arterial, promovendo a saúde cardiovascular. 

Com certeza esse benefício do CBD o torna um candidato ideal para futuramente substituir os convencionais remédios contra pressão alta, que por muitas vezes causam vários problemas para quem os usa. 

Ao acrescentar o canabidiol nessa área e integrar estratégias de prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares, certamente resultados positivos podem ser vistos. E agora que você sabe como esse componente encontrado na cannabis pode ser útil, o que acha de saber mais sobre como ele age?

CBD e a revolução terapêutica

Embora a lista de doenças e condições que podem ser tratadas com CBD ainda não seja totalmente precisa, a pesquisa científica revela uma ampla lista de aplicações terapêuticas. 

Nessa lista, foram listadas várias doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e Parkinson que, por afetarem muitas pessoas, têm sido alvo de estudos que exploram o potencial neuroprotetor do CBD. 

Além disso, a epilepsia, historicamente resistente a muitas formas de tratamento, mostra-se mais receptiva ao CBD, oferecendo esperança a milhões de pacientes que sofrem diariamente com esse problema.

Além desses mencionados acima, outros problemas que entram na lista de resolução através da canabidiol são os distúrbios psiquiátricos, como ansiedade e depressão. 

Sua interação com os receptores serotoninérgicos sugere uma possível contribuição para a regulação do humor, proporcionando um caminho alternativo para aqueles que buscam alívio emocional.

Por fim, podemos entrar no campo da dor crônica, onde o CBD se destaca como um agente analgésico natural, sem os efeitos colaterais prejudiciais associados a muitos analgésicos tradicionais. 

Essa característica o torna particularmente relevante em um contexto de crise global de opioides, onde alternativas seguras e eficazes são urgentemente necessárias.

O Caminho para o Reconhecimento e Acesso no Brasil

Em terras brasileiras, o caminho para o reconhecimento do CBD como uma ferramenta terapêutica não foi isento de desafios, aliás, ele teve que enfrentar ainda maiores desafios graças ao pouco conhecimento das pessoas nessa área.

Porém, para a alegria dos que podem ser beneficiados pelo canabidiol, a legislação evoluiu gradualmente, permitindo o acesso controlado a medicamentos à base de cannabis em pouco tempo. Pacientes que sofrem com condições como epilepsia refratária agora têm a chance de explorar o potencial terapêutico do CBD sob orientação médica.

O desafio atual reside na educação e conscientização. É imperativo que profissionais de saúde, pacientes e a sociedade em geral compreendam as nuances do CBD, desmistificando mitos e explorando seu verdadeiro potencial terapêutico. 

À medida que a ciência avança, é crucial que as políticas de saúde evoluam para garantir que aqueles que podem se beneficiar do CBD tenham acesso seguro e regulamentado.

Uma perspectiva humanizada do canabidiol

Ao explorarmos o vasto território do canabidiol, é essencial manter uma perspectiva humanizada. Por trás dos estudos e das descobertas científicas, há histórias de indivíduos cujas vidas foram impactadas positivamente pelo CBD. 

Cada avanço na pesquisa é um passo em direção a um futuro onde a medicina abraça a diversidade de opções terapêuticas, proporcionando alívio e esperança a aqueles que buscam soluções para suas condições de saúde.

O canabidiol, longe de ser apenas uma substância isolada, representa uma mudança de paradigma na abordagem terapêutica. Sua jornada continua, com novas descobertas e aplicações surgindo regularmente. 

À medida que desvendamos os segredos da planta de cannabis e exploramos as possibilidades terapêuticas do CBD, muitos médicos de renome já recomendam e prescrevem o canabidiol para auxiliar em seus tratamentos.

IMPORTANTE: Este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida. Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Posso ajudar?